Dada a largada para o 3º. Hackathon da ExpoLondrina

Dezesseis projetos estão inscritos no evento que reúne 70 pessoas até domingo no Pavilhão Smart Agro
14 de abril, 2018
O 3º. Hackathon Smart 2018 com o tema “Desafios do setor para inovar e melhorar a rentabilidade do campo”, foi aberto ontem (13) e prossegue até domingo ao meio dia (15), no  Pavilhão Smart Agro,  um pavilhão totalmente voltado para a tecnologia e inovação da ExpoLondrina. São 16 projetos inscritos, divididos por equipes que totalizam 70 pessoas de Londrina e Região.

A maratona que reúne programadores, designers, empreendedores e outros profissionais, tem o  objetivo de desenvolver, em tempo recorde, soluções inéditas e criativas na aplicação de tecnologias com foco nos desafios e gargalos do agronegócio.

Participaram da solenidade de abertura as cinco startups do Hackathon do ano passado e que foram aceleradas durante um ano pela Go SRP Agritech – aceleradora da Sociedade Rural do Paraná. São elas Tatil Fish, Cowme, Dip 8 (Ferrugem Zero), Milch e Tracepack.

O ponto alto do evento foi o anúncio da assinatura do contrato entre a Tatil Fisch e o grupo de investidores locais Smart Value Investiment para receber recursos que serão investidos na startup. “O que esperamos com esta parceria é chegar ao mercado”, disse Luiz Henrique Volso, um dos integrantes da Tatil Fish.

Segundo Lucas Ferreira, do Sebrae e um dos coordenadores,  este ano  seis empresas estão apoiando o Hackathon: Adama, Genesis Group, Agro100, Cooperativa Integrada, Bela Agrícola e GDM Seeds. Essas empresas levantaram dentro de suas cadeias produtivas os gargalos tecnológicos.

Todas as demandas foram pontuadas pelas empresas e passadas com antecedência aos inscritos para que eles desenvolvam soluções para o agronegócio digital. As empresas vieram com um time de mentores que vai dar suporte às equipes do Hakathon e ajudar a avaliar os projetos que tiverem melhor desenvolvimento.

O presidente da Sociedade Rural, que participou da abertura, deu boas-vindas aos participantes e disse ser um entusiasta do Hackthon.”Este evento me encanta e temos a grata satisfação de sermos reconhecidos nacionalmente”.

O diretor de Pecuária da SRP, Ricardo Rezende, foi o moderador de um bate-papo com os representantes das startups aceleradas pela SRP. Eles mostrou a experiência das startups aceleradas neste ano. “É premissa da SRP poder  fazer a aceleração abrindo as portas para empresas, contatos e estruturação das startups e ajudá-las na elevação e progressão dos projetos iniciados no Hackathon.

Participaram ainda do evento, o deputado Thiago Amaral, presidente da Acil, Claudio Tedeschi, o gerente regional do Sebrae, Fabrício Bianchi, o diretor da SRP, Nivaldo Benvenho e representantes das empresas patrocinadores como Oracle e Sicredi e representantes do Smart Value Investiment.